domingo


Eu sempre quis poder te amar.
Eu sempre quis poder te calar.
Eu queria, mesmo, poder te pegar e te abraçar.

Eu quero te amar.
Eu quero te calar.
Eu sempre, mesmo, te amarei. E sempre vou te amar.


Espera, mas se você quer por que não pode?
E se eu também quiser, você vai poder?
Eu quero, sim, te amar.
Eu quero, sim, me calar.
Eu quero, mesmo, te abraçar.

A gente, juntos, pode tudo!
Nada nem ninguém, além de mim e você, poderá acabar com o nosso amor.



3 comentários:

Dayse Sene disse...

Queira amar sempre sim... o amor é belo, irresistível, capaz de nos levar ao céu.
Obrigada pela visita.
Um grande abraço.

Anônimo disse...

Oi (: é a Letícia do Escafandro.

Que fofinho! issa daria certo numa musica...

beijos, obrigada por seguir

Anônimo disse...

Isso diz tudo o que eu sinto agora.
Isso é tudo o que eu vou dizer qdo chegar a hora de me despedir e não precisar mais esconder a vontade que eu to sentindo de amar alguém que é tão especial.
Depois de um ano me impedindo de amar eu sinto o meu coração se contorcer.

Postar um comentário

 

Copyright 2010 Descritos a Dedo.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.