domingo


Minha vida como a de tantas e tantas pessoas, nem parece grande coisa. Mas é. Todos os dias temos momentos que lembraremos pela eternidade. São esses momentos em que compartilhamos nossas experiências de vida, são nesses momentos que sabemos que nossa vida é sim, grande, coisa.
Quando passamos enfrente aquela casa de velha morada, que hoje não mais nos pertence. As boas recordações enchem nossas cabeças de momentos. De movimentos.
Ao ver uma antiga foto com aquele antigo amor, sentimos aquela antiga alegria de viver aquele antigo momento.
A monotonia do dia-a-dia nos deixa esquecer de bons momentos vividos. E sem esperança de mais bons momentos viver. Mas ao simples olhar de uma imagem, com o simples aroma de um perfume, com uma simples palavra ou com qualquer simplicidade, vemos que o simples é o que nos faz lembrar daqueles momentos. Dos movimentos.
A culpa não é nossa. É da culpa da vida, que a cada passo nos deixa mais anestesiado para o simples. A cada mordida nos deixa atordoado por mais um pedaço, ligeiro pra poder dá tempo. A cada movimento nos deixa mais rápidos com tudo e todos. Mas que a cada dia passa a nos mostrar o que é importante para viver.E que nos mostra que a vida é sim, grande,coisa. Cheia de momentos e movimentos.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Copyright 2010 Descritos a Dedo.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.