sábado


Do Máquinário
Máquina quero ser
Saindo do armário
Sendo o que posso ser

Eu, quero ser máquina
Eu, quero ser máquina
Quero sair desse armário
Deixar de ser otário
 Fazer o que quiser 
Não ser mais um José
Fazer o meu ensaio
Ser um espantalho
Fazer e espantar
Sorrir, Chorar, Amar

Maquina quero ser
Saindo do armário
Sendo um espatalho
Não ser mais um otário

Eu, quero ser máquina
Eu, quero ser máquina

0 comentários:

Postar um comentário

 

Copyright 2010 Descritos a Dedo.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.