sábado


E o nosso encontro foi como previsto pela cigana maluca que aparecera na minha cidade...
Todos os anos a festa da minha cidade atraia milhares e milhares de pessoas, e sempre estava eu lá, querendo conhecer pessoas novas. Neste ultimo ano veio uma cigana participar da festa e por acaso ou não esta tal leu a minha mão, disse que de uma maneira ou de outra você estaria presente na minha vida, sentindo ou não, o nosso amor já existia.
Fiquei sem ação quando aquela mulher com saia longa de estampa culta, com cabelos negros e voz cativante veio me falar que o meu amor estava programado para dar certo. Ela sabia de alguma forma que você iria ser minha. Ela pediu para que eu agisse normalmente, não ficasse atrás de você, pois só assim deixaria o destino trabalhar quieto.
E como sempre o destino trabalha divinamente bem. E aqui estou eu, com você. O que eu achava que não tinha sentido algum, era a mais pura verdade, e aquela cigana maluca sabia mesmo que iríamos nos encontrar. Sem nenhuma direção do que falava,não sabia nomes nem características físicas, apenas sentia o perfume exalado pelo nosso amor, que já existia mesmo antes de nos conhecermos.
Lembra no dia em que agente se conheceu?
Aquela noite fria com luar expressivo e estrelas brilhosas, estava parado a pensar,  você me veio como uma estrela que caiu do céu. Uma flor de Lis com exalante cheiro adorável, meu refúgio, minha eterna e sempre LisBela.
A lua olhava tudo lá do céu, que já não estava muito longe. Sentia aquela luz que nos invadia e que me fazia por um momento mais feliz. Naquele momento sentia um sabor de ‘quero mais’, aquela chuva que nos banhava, o som das ondas do mar, embalou o nosso momento sublime. O tão momento especial, pelo menos pra mim. Já não sabia mais respirar sem te ter do lado, você agora era a minha razão de vida. Você agora era minha vida.
Passamos ali um dos bons momentos que tivemos juntos, e um dos mais especiais, até por que foi o dia em que nos conhecemos. Foi o dia marcado por uma cigana, que eu pensei que nunca iria ocorrer. Mas num é que aquela cigana com aparência louca estava certa, agente se conheceu e foi perfeito como ela  havia previsto, e que ja estava aqui escrito em minha mão.

Continua.




Veja Cigana - PARTE 02

0 comentários:

Postar um comentário

 

Copyright 2010 Descritos a Dedo.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.